A Arqueologia Naval Portuguesa (séculos XIII-XVI).

20,00€

A Arqueologia Naval Portuguesa (séculos XIII-XVI).

20,00€

MARTINS, Adolfo Silveira (2001) A Arqueologia Naval Portuguesa  (séculos XIII-XVI). Lisboa: Universidade Autónoma de Lisboa. De  24x16.5cm. Com 458 págs. B.

O presente edição constitui no essencial a dissertação de doutoramento  em História Moderna apresentada à Universidade de Sevilha – Espanha  em 1998. Trabalho monumental, o melhor que até ao presente se fez  sobre a temática, como facilmente se verifica pelo índice que segue: Do índice: [Capítulo I] - A organização da investigação. As fontes: O estudo actual da arqueologia  Naval; A arquitectura naval em arqueologia; fontes textuais, iconográficas, arqueológicas,  tradicionais e toponímicas; [Capítulo II] - Os Portos; A navegação no litoral português; ribeiras, portos e ancoradouros; Litoral  norte: Caminha, Valença, Viana do Castelo, Esposende, Vila do Conde, Azurara e Pindelo,Estuário do Douro, Aveiro; Litoral Centro e Estremadura: Buarcos, Mondego, Foz do Liz e Vieira, portos de Alcobaça, Paredes, Atougia, Lourinhã, Lisboa e estuário do Tejo, Estuário do sado e da Costa Alentejana, Costa Algarvia, […];
[Capitulo III] – O conhecimento: A construção Naval portuguesa nos séculos XII a XVI; a construção naval espanhola nos séculos XV e XVI; a evolução da técnica e conhecimentos científicos; a evolução do aparelho de vela, os livros de traça e arquitectura naval; arte da guerra no mar; […];
[Capítulo IV] – Os Navios: Tipos e caracterização do navio; Navio, nave e baixel, barco, galé, fusta, bergantim, barca, barinel, burcardos, burcia, batel, coca e urca, pinaça […]; A origem e evolução da Caravela; Da caravela de pesca ao caravelão; A nau e galeão; […]; [Capítulo V] – Matérias-primas, equipamentos e aprovisionamentos: Matérias e equipamentos de construção, madeiras para construção, pregadura, […]; Instrumentos náuticos: agulha de marear, o astrolábio, o quadrante, a balestilha, […]; O armamento; os aprovisionamentos; [Capítulo VI] – Os profissionais: Os construtores; provedor das tercenas, carpinteiro, calafate e petintal, […] os homens do mar; Almirante e almirante-mor, alcaide, arrrais, espadeleiro e proeiro, […];
[Capítulo VII] – […] alimentação a bordo, cargas, armamento, a higiene, as doenças a bordo, a vida religiosa, as distrações, o teatro e o fantástico, os acidentes; […]

Pequeno furo nas últimas 10fls.

Esse produto está atualmente indisponível..

Também pode estar interessado em