Memórias Arqueológico-Históricas do Distrito de Bragança

380,00€

Memórias Arqueológico-Históricas do Distrito de Bragança

380,00€
1

ALVES, Francisco Manuel (1980-82) Memórias Arqueológico-Históricas do Distrito de Bragança ou repositorio amplo de noticias chorographicas, hydro-orographicas, geologicas, mineralogicas, hydrologicas, biobliographicas, heráldicas, etymologicas, industriaes e estatisticas interessantes tanto à historia profana como ecclesiastica do districto de Bragança. Bragança: Tipografia Académica. 11 Vols. De 22.5x15.5cm. E.

Apresenta os seguintes subtítulos: Tomos I a IV: «Memórias Arqueológico-Históricas do Distrito de Bragança»; Tomo V: «Os Judeus»; Tomo VI: «Os Fidalgos»; Tomo VII: «Os Notáveis»; Tomo. VIII: «No Arquivo de Simancas»; Tomos IX e X: «Arqueologia, Etnografia e Arte»; Tomo XI «Arqueologia e Etnografia».

Trata-se da mais importante obra referente à região brigantina, da autoria do célebre Abade de Baçal, reconhecido arqueólogo, historiador e genealogista. Verdadeiramente monumental e ainda hoje fundamental para os estudos históricos, arqueológicos, etnográficos, genealógicos, etc. do distrito de Bragança, sendo ainda uma das mais notáveis obras do seu género que se publicaram em Portugal.

“Como os seus numerosos biógrafos já acentuaram, (…), tratou-se de uma obra plena de maturidade intelectual, que desde logo marcou lugar na cultura portuguesa do seu tempo. Em primeiro lugar, porque não se tratava de um simples ensaio ou livro de historiografia mas, pelo contrário, de uma verdadeira obra de História, baseada em fontes documentais e não em simples fontes bibliográficas, dotada de aparelho crítico e reveladora do método científico de observação que lhe permitiu julgar o presente do seu tempo através da compreensão do passado. (...) Em segundo lugar, porque, apesar de o primeiro volume partir das raízes, se ocupar da documentação mais antiga que o autor pode encontrara acerca das origens da cidade de Bragança assim como dos mais remotos acontecimentos da sua vida política e religiosa, já nele se vislumbra um levantamento geral da história do nordeste transmontano e se projecta uma síntese englobando exaustivamente toda a formulação possível dos problemas sociais, políticos, económicos, religiosos, artísticos e ideológicos desta região (...)”. Maria Alcina R. C. Afonso dos Santos. Edição ilustrada com as gravuras originais que reproduzem pedras-de-armas de casas do Distrito de Bragança; epigrafia no texto; e quadros de dados genealógicos desdobráveis em extratexto.

Obra completa, difícil de reunir, a que se junta:

ÍNDICES. Memórias Arqueológico-Históricas do Distrito de Bragança. Coordenação de Maria Sarmento de Castro. Bragança: Câmara Municipal: Museu Abade de Baçal, 2000. De 23x16 cm. Com 789 págs. E.

Importante complemento e auxiliar precioso à basta obra do Abade de Baçal. Neste extenso volume são apresentados os índices gerais, toponímico, antroponímico e de assuntos.

Volumes revestidos de recentes encadernações, uniformes, meias francesas com lombadas e cantos em pele, decoradas nas lombadas com ferros e dizeres gravados a ouro; volumes por aparar, com as capas e lombadas conservadas. Bom exemplar

Apenas 1 Unidades disponíveis

Também pode estar interessado em