O CORONEL BENTO ROMA (1884-1953)

18,00€

O CORONEL BENTO ROMA (1884-1953)

18,00€

O CORONEL BENTO ROMA (1884-1953): Homenagens e consagrações em 1954 e 1955. Prefácio do General Ferreira Martins. Lisboa: [s.n.], imp. 1955 (Lisboa: -- Gazeta dos Caminhos de Ferro). De 22x14 cm. Com [12], 234, [6] págs., [20] pp. Ilust. B.

Livro que arquiva as homenagens e consagrações a um dos mais distintos militares portugueses da primeira metade do século XX, o coronel Bento Roma, insigne militar português, que se distinguiu em combate, nas campanhas do sul de Angola, em 1915 e, mais tarde, a partir de 1917, em França, integrado no C.E.P.

Bento Esteves Roma (1884-1953). “Natural de Chaves. Assentou praça, como voluntário, no Regimento de Cavalaria n.º 6, em 1903 e, até 1906, tirou as preparatórias na Universidade de Coimbra e nas Escolas Politécnicas de Lisboa e do Porto. Frequentou a Escola do Exército, entre 1906 e 1909. Foi promovido a alferes, em 1909, atingindo o posto de coronel, em 1933. Depois de prestar serviço em várias unidades no continente, participou no combate às incursões monárquicas. Foi mobilizado para Angola em 1912, em 1915, participou nas campanhas militares do Sul desta região. Regressou em 1916, sendo enviado a França para preparar a participação portuguesa na frente ocidental, junto das forças inglesas. Foi para a Flandres com o C.E.P., no qual se destacou por actos de bravura. Foi feito prisioneiro, na Batalha de La Lys, a 9 de abril de 1918, e libertado depois do Armistício. Comandou a companhia portuguesa na parada da vitória no 14 de julho, em Paris.

Ilustrado em folhas à parte com reprodução de várias fotogravuras. [bom exemplar]

Esse produto está atualmente indisponível. Você pode nos enviar uma pergunta sobre isso.

Também pode estar interessado em