OS PRIMITIVOS PORTUGUESES. (1450-1550)

130,00€

OS PRIMITIVOS PORTUGUESES. (1450-1550)

130,00€

SANTOS, Reynaldo dos (1940) OS PRIMITIVOS PORTUGUESES. (1450-1550). Lisboa: Academia Nacional de Belas Artes. [Casa Bertrand (Irmãos) Limitada]. De 41x26 cm. Com 58 [4] págs., CLXII de texto e estampas. E.

Primeira edição e a mais estimada dos bibliófilos. Obra verdadeiramente monumental e de reconhecida importância para o estudo da pintura portuguesa antiga, documentada com 162 estampas em folhas à parte, algumas das quais policromadas. Obra com fotografias de Mário Novais, com capa e frontispício de Raul Lino e desenhos no texto de Eduardo Malta. Rara.

“A presente publicação, prevista pela Comissão Nacional dos Centenários como complemento da Exposição dos Primitivos Portugueses, foi integrada nas Comemorações Nacionais de 1940 (…). É ao seu sonho de realizador que devemos os meios de criar uma obra desta amplitude iconográfica, histórica, crítica e artística. (…). Reflexo e meio de expansão no mundo cultural, do alto significado da Exposição dos Primitivos Portugueses, é justo verificar que esta iniciativa trouxe a mais ampla confirmação, desta vez decisiva, da fecundidade da originalidade — será ainda necessário dizer da existência? — de uma Escola portuguesa de pintura, de que José de Figueiredo foi o primeiro a ter a luminosa intuição. Êste álbum, como a Exposição, abrange deliberadamente só um século de pintura (1450-1550), mas mesmo restringida a êste período, excepcionalmente brilhante, da dinastia de Aviz, uma inventariação sumária revelou mais de 600 obras e foi de entre elas que se seleccionaram e restauraram as 340 agora expostas (...)”.

Encadernação inteira de pergaminho decorada na pasta frontal com o respetivo título em relevo e um desenho das armas de Portugal, na lombada com os títulos e na pasta anterior com a esfera armilar; carminado à cabeça, com as capas e lombada originais conservadas. [ocasional acidez]

Este produto ficou sem stock. Contacte-nos.

Também pode estar interessado em