De Arte Atque Ratione Navigandi

9,00€

De Arte Atque Ratione Navigandi

9,00€
1

NUNES, Pedro (2008) Obras. Vol. IV – De Arte Atque Ratione Navigandi. Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa/Fundação Calouste Gulbenkian. De 26x19 cm. Com 805 págs. B.

Este volume de 800 páginas, que levou quatro anos a preparar, é o ponto alto da nova edição das «Obras», iniciada em 2002 por altura do quinto centenário do nascimento de Pedro Nunes. A edição decorre sob a responsabilidade de uma Comissão Científica constituída por Henrique Sousa Leitão (Coordenador), António Costa Canas, António Estácio dos Reis, Francisco Contente Domingues, João Filipe Queiró e Luís Semedo de Matos, e com o acompanhamento de uma Comissão Editorial de Académicos composta por Fernando R. Dias Agudo (Académico Responsável), Aníbal Pinto de Castro, António Dias Farinha, António Ribeiro Gomes, José Manuel Toscano Rico e Justino Mendes de Almeida. O volume IV, com o título De arte atque ratione navigandi, é o ponto alto da edição, antes de mais, porque esta obra, de 1566, é a mais importante de Pedro Nunes. Texto da maturidade, em latim, publicado em Basileia e com grande impacto na Europa, é o momento da criação de uma nova disciplina matemática, a ciência da navegação. O autor desenvolve muito os tratados portugueses de 1537 (em particular com a distinção clara, a ele devida, entre navegação loxodrómica e ortodrómica, e com a ideia fundamental da mais tarde chamada carta de Mercator), acrescenta muitos capítulos com contribuições rigorosas sobre questões matemáticas, astronómicas e de navegação (e alguns dos primeiros comentários feitos à obra de Copérnico), e contínua com capítulos sobre a curva loxodrómica e a sua descrição e propriedades matemáticas, notabilíssimos se pensarmos que se está a mais de um século da criação do cálculo diferencial e integral. Em segundo lugar, porque, sendo a obra mais importante de Pedro Nunes, e sendo este o maior cientista português de sempre (seja qual for o critério que se use), o livro é o mais relevante da história da ciência em Portugal e é portanto uma obra cimeira na história da cultura portuguesa.

Apenas 1 Unidades disponíveis

Também pode estar interessado em