MACAU E A INQUISIÇÃO DE GOA (C. 1582 – C. 1650).

15,00€

MACAU E A INQUISIÇÃO DE GOA (C. 1582 – C. 1650).

15,00€
1

LOURENÇO, Miguel Rodrigues (2016) A Articulação da Periferia. MACAU E A INQUISIÇÃO DE GOA (C. 1582 – C. 1650). Lisboa: CCCM – FM. De 23x15 cm. Com 367 págs. B.

Trabalho pioneiro no estudo da Inquisição de Goa.

“Macau era assim um paraíso de refúgio para muitos suspeitos ou receosos do Santo Oficio”. Com esta frase lapidar, Charles Boxer sumariou, em 1942, a opinião corrente sobre um tema pouco aprofundado na História de Macau: que as características da presença portuguesa no território teriam impedido a atuação inquisitorial na cidade. Sem o esperar, o autor britânico sentenciou uma temática ao imobilismo durante décadas. O estudo das relações entre a Cidade do Nome de Deus na China e o Santo Ofício carece, até hoje, da mais elementar cronologia a respeito do que foram os ritmos da intervenção inquisitorial junto da sua população, do elenco dos seus penitenciados, assim como das reações locais à introdução do novo sistema normativo. Este livro pretende, justamente, preencher esse vazio ao abordar a natureza do vínculo institucional que se constituiu entre a Inquisição de Goa e Macau, das suas possibilidades sociais de implementação às exigências institucionais da sua gestão. No fundo, de como veio Macau a ser periferia do distrito do Santo Ofício de Goa entre as décadas finais do século XVI e os meados do século XVII”. [ex. como novo]

Apenas 1 Unidades disponíveis

Também pode estar interessado em