Homenagem às Origens dos nossos antepassados

14,00€

Homenagem às Origens dos nossos antepassados

14,00€

DAEHNHARDT, Rainer (1982) Em homenagem às origens da Lusitaneidade. Texto policopiado. [s/l]: edição de autor. E

“Residindo neste vale (MONTE ABRAÃO, QUELUZ) e redescobrindo talvez a mais significativa escultura celt-ibérica em bronze do século sexto antes de Cristo mostrando um javali que os lusitanos tinham instalado numa fonte sagrada, nasceu o desejo de prestar homenagem às origens da Lusitaneidade mandando levantar um dólmen e colocando em cima dele uma grande escultura do javali dos Lusitanos.

Eles tinham profunda fé nas forças da Natureza que dividiam em três. O fogo representado por um bode. O ar representado pelo touro. A terra e a água eram consideradas uma força conjunta que era representada pelo javali.

Da ideia até à execução foram passos difíceis. As pedras tinham de ser desta região e totalmente talhadas pela natureza nas medidas convenientes para a construção dum dólmen do tipo construído entre o terceiro e o primeiro milénio antes de Cristo.

A localização tinha de ser cuidadosamente estudada. A posição das pedras, as suas dimensões e inclinações, a sua orientação e até a data da sua inauguração numa posição planetária altamente favorável, tudo obedece a regras rigorosas que numa obra desta envergadura tinham de ser cumpridas até ao último detalhe.

Não se pediu nenhuma ajuda às entidades oficiais. Nasceu tudo por iniciativa privada e algo estranho e inesperado aconteceu. Quanto mais pessoas souberam da ideia desta: "Homenagem às Origens dos nossos antepassados", mais se ofereciam para ajudar a elevar este monumento.

A obra publica recortes de notícias e os acontecimentos associados a esta iniciativa, assim como os nomes das centenas de portugueses que nele participaram. Só soldados e oficiais voluntários do exército foram cerca de duzentos que ajudaram a puxar as pedras enormes talhadas pela natureza e que construíram rampas para as colocar nas devidas posições.

Todos os que nesta obra gigante participaram, ganharam um profundo respeito para com estes lusitanos, seus antepassados, que sem ajuda técnica sofisticada puseram mãos à obra levantando milhares de dólmens e antas nesta borda da Europa somente guiados pela sua inquebrável fé e pelo seu respeito pelas forças da natureza.

Há sentimentos de portuguesismo há oito séculos mas existe o sentimento da Lusitaneidade há oito milénios. Reflectindo sobre o seu passado ganha-se respeito pelos seus antecessores e fortalecem-se as raízes da própria origem”

EXEMPLAR COM DEDICATÓRIA DO AUTOR

Encadernação meia francesa com lombada e cantos em pele, pastas em papel lagarto.

Este produto ficou sem stock. Avise-me quando estiver disponível.

Também pode estar interessado em