L'office divin au Moyen Age dans l'Église de Braga

19,00€

L'office divin au Moyen Age dans l'Église de Braga

19,00€
1

ROCHA, Pedro Romano (1980) L'office divin au Moyen Age dans l'Église de Braga: originalité et dépendances d'une liturgie particuliére au Moyen Age. Preface de Pierre-Marie Gy. Paris: F. Calouste Gulbenkian. De25.5x19.5cm. Com 623 págs. B.

Tese de doutoramento que Pedro Romano Rocha defendeu, em 1976, no Instituto Superior de Liturgia, em Paris, estudo consagrado a um livro basilar da liturgia bracarense, o chamado Breviário de Soeiro, ou seja, o ms. 657 da Biblioteca Pública de Braga.

O autor não se limitou à descrição e análise do códice. Muito instrutivamente, traçou uma história do Rito Bracarense, dentro da qual insere a sua investigação. Na introdução (p. 31-47) apresenta a Igreja de Braga do século V ao século XII; e em seguida delineia os mais antigos traços de A Liturgia de Braga.

A Primeira Parte dedica-a ao estudo d’O Breviário de Braga (p.. 49-378). A descrição do Breviário (cap. II, p. 55-378) principia por breves elementos paleográficos e desce depois a uma análise minuciosa de cada uma das partes, peça por peça, com a identificação possível, em relação a outros breviários da Hispânia e de toda a Europa Ocidental. […] A segunda parte (p. 379-471) é consagrada à comparação dos responsórios, dos versículos e das leituras bíblicas do Breviário de Soeiro em confronto com outros breviários da época, especialmente os de Tui, Orense, Compostela, Aquitânia, Moissac (típico do ofício cluniacense), Santa Cruz de Coimbra, etc., chegando a pesquisa a tocar em mais de 80 tradições litúrgicas diferentes.

A terceira parte volta ao grande plano da história e da liturgia para interpretar o Significado eclesial da liturgia bracarense (p. 473-494). Aqui encontram-se belíssimos resumos da história do Rito Bracarense.

A obra é completada por 6 apêndices: 1 —Idade do Breviário de Soeiro; 2 — Notícia sobre a família Soeiro, desde cerca de 1400; 3 — Vita Sancti Geraldi, segundo o texto das 9 lições do Breviário, algo diferente da transmitida pelos Portugaliae Monumento Histórica; 4—Legenda de S. Martinho de Dume, em 9 lições; 5 — Trasladação das relíquias de S. Vicente, oferecidas por D. Afonso Henriques a Braga, em 1176; 6 — Trasladação das relíquias de S. Tiago Interciso, curiosa legenda, em 3 lições, escrita em 1117, pelo arcebispo D. Maurício Burdino.

Finalmente, o monumental trabalho é completado por duas classes de índices: — na primeira série, é dado o incipit (com indicação da página do Breviário e da sua descrição nesta obra) das antífonas, responsórios, invitatórios, versículos, orações e dos santos celebrados no Breviário; na segunda série temos todos os outros nomes de pessoas e o índice geral.

Apenas 1 Unidades disponíveis

Também pode estar interessado em